01 maio, 2012

Resenha: A Linguagem das Flores


 Oioioi.
 A Linguagem das Flores de Vanessa Diffenbaugh , foi cedido pela editora arqueiro, parceira do blog.



Sinopse:
Victoria Jones sempre foi uma menina arredia, temperamental e carrancuda. Por causa de sua personalidade difícil, passou a vida sendo jogada de um abrigo para outro, de uma família para outra, até ser considerada inapta para adoção. Ainda criança, se apaixonou pelas flores e por suas mensagens secretas. Quem lhe ensinou tudo sobre o assunto foi Elizabeth, uma de suas mães adotivas, a única que a menina amou e com quem quis ficar... até pôr tudo a perder. Agora, aos 18 anos e emancipada, ela não tem para onde ir nem com quem contar. Sozinha, passa as noites numa praça pública, onde cultiva um pequeno jardim particular. Quando uma florista local lhe dá um emprego e descobre seu talento, a vida de Victoria parece prestes a entrar nos eixos. Mas então ela conhece um misterioso vendedor do mercado de flores e esse encontro a obriga a enfrentar os fantasmas que a assombram. Em seu livro de estreia, Vanessa Diffenbaugh cria uma heroína intensa e inesquecível. Misturando passado e presente num intricado quebra-cabeça, A linguagem das flores é essencialmente uma história de amor – entre mãe e filha, entre homem e mulher e, sobretudo, de amor-próprio.

Comprar:  Livraria Cultura  Submarino  Saraiva
           _____________________________________________________________



   A capa dele não é tão atraente assim né, dá até a impressão de ser uma  leitura cansativa, ainda bem que eu fui além da capa.
  O livro traz uma história muito bem construída e narrada, personagens muito bem elaborados,  cenários muito bem descritos, e acontecimentos muito bem detalhados a ponto de logo de cara eu conseguir entrar na pele de Victoria e conseguir compreendê-la e ao mesmo tempo me levou a pensar como pode uma pessoa ser tão misantrópica e não se dar uma oportunidade.

   Victoria Jones teve uma infância difícil, sendo abandonada logo que nasceu, passando por vários  lares adotivos, onde acabava devolvida ao abrigo por mau comportamento: sempre revoltada, agressiva e arredia.
   Viveu em abrigos até os 18 anos, a partir de então ela estava na rua. A princípio ela aproveitou essa liberdade de ir e vir pra conhecer diferentes locais, e parques, e procurar os diversos  tipos de vegetação que pudesse ser cultivado.
   Victoria era um dicionário de flores, passara 10 anos lendo, aprendendo e decorando  sobre elas, tinha vários livros: alguns que ganhara outros que roubara.

   O livro mescla entre presente e passado, entre acontecimentos de sua infância e atuais. Então vamos entrando em seu mundo, e entendendo o real motivo de Victoria ser revoltada, isolada, introspectiva....medo.
   O livro me levou muito a pensar sobre essas crianças e adolescentes que passam a vida em abrigos, sozinhas no mundo, sem um elo familiar que seja.
  Os momentos relatados da infância de Victória nos conta como foi a passagem pela casa de Elizabeth, a mulher que lhe ensinou o significado das flores, e a única com quem ela realmente teve vontade de morar, mas num momento de desespero acabou estragando tudo.
 
  Até Grant entrar na vida de  Victória, ela  sempre foi arredia ao contato com os outros, de pouca fala, isolada, se comunicava por meio das flores, mas ninguém entendia as mensagens, mas Grant era diferente....ele entendia. E de repente um romance vai surgindo no ar, sem palavras, apenas com a linguagem das flores...lindo demais, sensível demais. As flores falam, cada uma tem seu significado e pra quem conhece, as palavras são desnecessárias....apenas flores, só elas já bastam.

  E a partir desse romance muita coisa acontece, muita coisa muda, muita coisa nos surpreende, essa leitura é mais que recomendada, é aconselhada, se tiver a oportunidade de ler não deixe passar, se não tiver a oportunidade....arrume uma rsrsr.
  Uma personagem que não posso deixar de citar é Renata, uma florista, que teve um papel muito importante na vida de Victoria, que abriu as portas e deu a oportunidade de mudar que nossa protagonista precisava.


  No final do livro tem uma dicionário das flores interessantíssimo, vou deixar algumas flores aqui :


                         Azaleia -> Paixão frágil e passageira
Begônia -> Cautela
            Copo de Leite -> Modéstia
        Girassol -> Falsa riqueza
             Hibisco -> Beleza delicada 
Lótus -> Pureza
       Margarida -> Inocência
                Orquídea -> Beleza Refinada



14 comentários

  1. OMG, acho que preciso desse livro, eu adorooooo flores e sempte achei que flores falam (rsrs) e se ele livro tem tudo o que relatou na resenha é fabuloso. Mas... a capa não chama atenção Paty? Eu achei muito bonita essa capa viu, não sei pessoalmente, mas.... rsrsrrs

    Bjs,
    Camila Márcia
    @camila_marcia
    http://delivroemlivro.blogspot.com/
    http://devaneiosfugazes.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Paty *-* Eu esotu querendo esse livro.. não taaanto assim, mas me interesso !
    É interessante a ideia de uma protagonista que não é 'perfeitinha' que rouba livros. rsrsrs
    ENfim, uma personagem diferente. Adorei a resenha, parabéns !
    E apesar de não se tratar exclusivamente das flores, podemos aprender um pouquinho né ? hehe
    adoei a lista que você fez *--* QUeor ver esse minidicionário floral ! Auaaua

    Fernando

    http://nerdliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Paty, eu adoro livros doces, sempre digo e volto a falar, mas também sou muito emotiva e só de ela ficar no mundo sem ninguém já me faria chorar na leitura, gostei bastante da ligação dela com as flores, o que retrata um pouco nossa relação com a natureza, que é viva e se comunica, e também a forma de relacionamento de pessoas com algum tipo de déficit, que tem sua própria forma de relacionamento, que só precisam ser compreendidas *-*

    daniviolino@hotmail.com
    @danielehon

    ResponderExcluir
  4. Realmente a capa não ajudou muito Paty, mas que bom que vc gostou e postou sua opinião, que não acompanhou a capa... hehehehe

    Beijos
    Chrys
    http://todaaliteraturadomundo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Parece um livro bem calmo.. vale a pena comprar!
    www.estiloeamor.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Eu gosto dessa capa, e na verdade nem sei pq não comprei esse livro ainda, mas será o próximo, amo flores e adorei a resenha, eu tenho um hibisco tatuado no ombro AMO, é minha flor de infância, sempre levava pra minha professora essa linda flor, e sempre tinha formiguinhas nos meus braços, de tanta flor que eu carregava, hoje é minha filha que nao pode ver uma flor q ja quer tbm!!!!
    bjus

    ResponderExcluir
  7. Oi Paty!
    Achei um livro sensacional, e a sua resenha foi a primeira que li.
    Já entra na minha classificação, "para chorar".
    Parabéns, eu amei!
    Bjos
    Cida
    www.moonlightbooks.net

    ResponderExcluir
  8. Eu gosto dessa capa, e na verdade nem sei pq não comprei esse livro ainda, mas será o próximo, amo flores e adorei a resenha, eu tenho um hibisco tatuado no ombro AMO, é minha flor de infância, sempre levava pra minha professora essa linda flor, e sempre tinha formiguinhas nos meus braços, de tanta flor que eu carregava, hoje é minha filha que nao pode ver uma flor q ja quer tbm!!!!
    bjus

    ResponderExcluir
  9. Eu amo estas histórias de amor com drama,quero ler,bjs
    Luciane Oppelt
    @lucianeoppelt
    seguidora: lluciannebaptista
    abenssoada_oppelt@hotmail.com

    ResponderExcluir
  10. Virginia de Oliveira06/06/2012 03:26

    Eu gostei muito da capa, achei ela simples e cheia de inocência o que já me fez ter algumas idéias a respeito da história, quero muito ler esse livro, a sua resenha me deixou bastante curiosa. Gostei muito dos significados das flores que você colocou no fim do post.

    ResponderExcluir
  11. Parabéns pela resenha Paty, adorei e estou doida por esse livro! ^^
    Eu, diferente de ti, gosto da capa e me interessei por ele desde que a vi, hehehe, ai lendo tua resenha minha vontade aumentou, pois parece um livro super bom!!!!
    Adoro flores, adoro romances e quero esse livro, ^^
    Um beijãoo
    Lara - Magia Literária

    ResponderExcluir
  12. Paty, eu sempre gostei dessa capa... rs... Pra mim ela é atraente sim! hehe

    Eu amo flores, amo histórias dramáticas e amo romances! Ou seja, acho que eu gostaria muito, muito mesmo, desse livro.

    Adoro quando a gente consegue realmente se colocar na pele da personagem, gostaria muito de ler a história da Victoria.

    Beijo!

    Ju

    ResponderExcluir
  13. Amei este dicionario e esta pequena amostra que voce deixou!Achei a sinopse deste livro muito interesante e a protagonista parece ser bem profunda.
    Bjus
    Fabianne

    ResponderExcluir
  14. Ai Paty...
    A capa não é feia, mas tb não é das mais chamativas...
    Agora sua resenha me deixou com muita vontade de ganhar e de lê-lo.

    Eu querooooo

    beijos
    Chrys

    ResponderExcluir

Não deixe de comentar,a sua opinião é muito importante. Agradeço a sua visita.


Leituras da Paty - 2015. Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger.
Miss Mavith - Design with ♥