24 janeiro, 2014

Resenha Azar o Seu!


 Mais um livro lido da Carol Sabar que só veio pra comprovar todo seu talento, e pra colocá-la entre meus autores nacionais favoritos.


Sinopse: Bia está parada num engarrafamento no Rio de Janeiro, pensando em sua vida azarada. Sem emprego, atolada em dívidas, ela não imagina que está prestes a viver a grande coincidência da sua vida. O motorista do carro ao lado está buzinando, tentando se comunicar com ela, como se fosse um velho conhecido... E ele é! Mas Bia não o reconhece. E como poderia? Ele é um homem, não mais o garoto de dez anos atrás. Está mais encorpado, cortou o cabelo, livrou-se do aparelho nos dentes e das espinhas do rosto, está tão diferente, tão lindo... O motorista sai do carro, mas não tem tempo de se explicar, pois começa um violento tiroteio e eles têm que se jogar lado a lado no asfalto. Certa de que está prestes a morrer, Bia entra em desespero e se prepara para dizer suas últimas palavras, na esperança de que o suposto desconhecido deitado ao seu lado possa levar um recado a Guga, seu amor da adolescência, sem perceber que é ele próprio que está ali, ouvindo a inesperada declaração de amor! Os dois escapam juntos do tiroteio e, a partir daí, começam a se envolver, dia após dia... Guga, sem coragem de assumir sua verdadeira identidade. Bia, fascinada por ele e feliz consigo mesma por finalmente estar se apaixonando por alguém que não é Guga... Azar o seu! vai além de uma comédia romântica. É uma reflexão sobre a importância da amizade verdadeira, do perdão e do autoconhecimento, que nos resgata o poder de decidir sem medo e de reverter escolhas que nos impedem de ser feliz.
Autor: Carol Sabar
Editora: Jangada
Página: 367

Sobre a História e Minha Opinião

Bia, nossa protagonista, se intitula 'uma garota azarada, carente, mal-amada e imprevisível'. Demitida injustamente por justa causa, se encontra desempregada e tem que voltar para casa do pai, e de quebra devido a sua carência acaba dando uns pega no primo no cemitério....essa é sua verdadeira maré de azar.

Bia, era amiga de infância dos irmãos Rayssa e Guga, mas o laço com os Vitorazzi acabou sendo cortado.
Aos 15 anos ela foi beijada por Guga por quem sempre foi apaixonada, foi seu primeiro beijo, mas logo depois ele vai embora do país para estudar música. E com o fim do ensino médio, veio  a briga séria com Rayssa.
"Foi quando Guga partiu para a Inglaterra que meu céu de brigadeiro começou a azedar." pág 45
Bia e Guga sempre foram apaixonados  pela música, chegaram até a formar uma banda que ficou esquecida quando Guga foi embora e quando Bia teve que entrar para faculdade de administração pois não podia correr o risco de tentar viver da música já que o pai é dono de uma floricultura e as coisas para eles não são nada fáceis.

Nove anos se passaram desde que Bia e Guga se viram pela última vez e ela ainda fantasiava com ele, seu príncipe encantado, seu amor de infância, na verdade seu único amor.
"Eu era uma mulher e ainda sentia borboletas no estômago só de pensar em minha paixão da adolescência." pág 16
Ao retornar de um velório em Angra dos Reis(minha cidade, que por sinal amei ver ela sendo citada no livro rsrsrs), passando pela linha vermelha, um tiroteio acontece, e um bonitão, 'tipinho meio moleque, meio travesso' socorre Bia que está desesperada diante do caos e começa a fazer confissões achando que vai morrer.
Mas quem seria esse Cara( foi assim que ele se apresentou) tão simpático e bonito que se dispôs a ajudá-la?
Pois é, ele sabe quem ela é, mas ela não sabe quem é ele.
"Ele era irresistível, o filho da mãe. E fofo e espirituoso e pretensioso e gostoso até não poder mais.  Ah, qual é? Eu era semi-virgem, mas mulher em primeiro lugar." pág 95

E o Cara passa a fazer parte da vida de Bia, convidando ela pra sair, aparecendo na casa dela, tentando fazer com que ela o reconheça, enfim, ela acredita que sua maré de azar deu uma trégua, e que sua sorte finalmente está mudou, até que ela descobre quem realmente é o Cara e seu mundo cai.
Então começa a luta de Guga pra tentar convencer Bia que ele não teve a intenção de enganá-la, e Bia vai ter que aprender a perdoar.
"É. Até quando a sorte sorria para mim, sorria com uns dentes faltando." pág 62

A Bia é teimosa demais, uma verdadeira 'bronquinha', teve momentos que tive vontade de dar umas sacudidas nela. 
Já o Guga é um amor, tão carinhoso e cuidadoso e atencioso, provocador e mentiroso também...como mente esse homem gente, incrível como a mentira ali flui facilmente rsrsrs.
Os personagens secundários também foram bem moldados e têm sua importância e participação na história.

Carol Sabar tem uma escrita deliciosa e envolvente. 
Azar o Seu! é uma leitura que se faz rapidamente, narrado em primeira pessoa alternando entre passado e presente( onde ficamos por dentro de toda vida de Bia e sua relação com os Vitorazzi),  com um vocabulário simples e diálogos bem cativantes com alguns clichês que completam o chick-lit e o tornam ainda mais divertido. E claro como nossos protagonistas amam a música, o que não falta são referências musicais....uma delícia.
A capa é linda, perfeita e nos remete tranquilamente a história contada.

A história no geral é ótima, mas o que eu não consegui aceitar foi o fato de Bia não reconhecer o Guga, um cara com quem ela conviveu a infância inteira, e só se separaram quando ela tinha 15 anos....ficaram 9 anos sem se ver....gente por mais que ele tivesse melhorado aparentemente, uma pessoa não se torna tão irreconhecível assim(hei, eu lembro até hoje de amigos com quem estudei no fundamental rsrsrs)...essa ideia não colou comigo....esse foi o único ponto negativo que encontrei.
No mais, vale muito a pena passar horas conferindo tudo que acontece com esse casal. 
Com certeza quem é fã do gênero vai se apaixonar por esse livro. Preparem-se para muitos risos e emoções.

Avaliação:


Trilha sonora que faz parte da história de Guga e Bia

33 comentários

  1. Oi Paty :)

    Em Abril farei um projeto que desafia as pessoas á lerem livros nacionais o mês todo e um dos livros do meu desafio é Azar o Seu, que tenho certeza que irei amar. Beijos!

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. thailaoliveira724/01/14 17:54

    Paty li algumas resenhas sobre esse livro, mas só a sua me anima em ler!
    adorei a louca história de Bia, acho que vai me fazer dar umas boas gargalhadas
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. drielymeira24/01/14 21:58

    Oii Paty ^^
    Sempre quis ler esse livro, mas nunca consegui comprá-lo, acho o preço dele um pouco "salgado". Parece ser super divertido, adoro livros com personagens desastradas e carentes, assim é mais fácil continuar a leitura, sem contar que os personagens sempre acabam me conquistando.
    MilkMilks
    DM
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Pollyanna Campos25/01/14 09:44

    Adoro chick lits e adoro a escrita da Carol. Já estava louca pra ler este livro, com sua resenha então! Fiquei super curiosa e doida pra poder conferir!

    Parabéns pela resenha ^^

    Beijos!

    Polly - Entre
    Livros e Personagens

    ResponderExcluir
  5. Cibeli Valim de Macedo25/01/14 15:50

    Parece ser um livro bem leve e envolvente. Eu não daria uns tapas na Bia porque pelo que vi eu faria o mesmo, hahahaha

    Bom saber que a literatura nacional tá ganhando espaço. Gostei da capa.

    Parabéns pela resenha !

    http://estilogeek.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi Paty, pelas suas palavras deu para perceber que é um livro bem legal! Gostei da proposta. É tão bom quando a escrita nos envolve. Se a Bia é super teimosa, pelo menos tem o Guga para equilibrar, pelo que eu percebi, não é? hihihi
    Adorei a dica!
    Anotada.
    Beijinhos
    http://marlicarmenescritora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Olá!

    Não conhecia o livro, mas parece ser muito legal. Estou me acostumando com livros chick-lit, mas espero conhecer mais e mais livros do gênero. A história é uma das típicas histórias de amores de infância, adoro! Adorei também o quote "Foi quando Guga partiu para a Inglaterra que meu céu de brigadeiro começou a azedar." Realmente quando alguém que nos ama nos deixa, o nosso mundo desaba, e o doce começa a virar amargo! Abraços!

    http://momentoliterario1.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi Paty, Paty,

    Pelo seu compartilhar notei que deve ser um leve para aqueles momentos, tipo: não quero ler nada muito reflexivo, quero rir, é por aí?

    Gostei muito da sua resenha e quero conhecer mais da Bia estabanada e louquinha.

    Bjs
    Tânia Bueno
    http://facesdaleiturataniabueno.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Olá, nunca li chick lits e nem tenho muito interesse, mas parece ser uma leitura divertida pra quem curte o gênero. Ah e que legal que sua cidade é citada (também gostei muito quando só o estado em que eu moro foi citado em 'A Arma Escarlate' haha). Achei a capa do livro bem bacana, aliás as capas desse gênero costumam ser interessantes, sem falar nos títulos. Que bom que gostou! xD

    Abraços!
    www.umomt.com

    ResponderExcluir
  10. Olha, Paty, não tinha parado pra pensar nisso que você disse por último... rs... Mas, realmente, é meio absurdo a Bia não ter reconhecido o Guga, você tem toda razão. Não que eu vá reconhecer todo mundo que eu conheci quando era mais nova, mas os que foram mais importantes pra mim eu reconheceria sim, e ele foi o cara em quem ela deu seu primeiro beijo (o que contou, pelo menos, né? rs). Ninguém esquece esse cara.

    Mesmo assim, continuo apaixonada pela história! *-* Foi o primeiro livro que li da Carol, e amei demais a escrita dela! Ela já entrou pros meus autores nacionais preferidos mesmo que eu não conheça mais nada que ela escreveu. E, mesmo que eu odeie rosa, me encantei pela capa. é perfeita para a história! =)

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  11. Ahhh quero MUITOOOOO ler!!!
    Bjs
    http://www.porumaboaleitura.com.br/2014/01/mudando-de-assunto-entrevista-com_26.html

    ResponderExcluir
  12. Oiee Paty :)
    Entendi perfeitamente tua opinião, pois li e achei a mesma coisa, foi uma surpresa para mim e fiquei cativada!
    Beliscões da Máh♥
    Cantinho da Máh

    ResponderExcluir
  13. " Dando uns pegas no primo em um cemitério" huahuahauhuahuaha
    Como tenho vontade de ler esse livro!
    Olha eu acho possível esquecer viu...
    Eu já esqueci hauhauhuahuaha
    Minha memória é péssima '-'


    Beijinhos
    http://www.interacaoliteraria.com/

    ResponderExcluir
  14. Oie :D

    Nossa, tenho uma vontade enorme de ler esse livro, adoro a capa e livros leves e divertidos assim . Só não sei como seria a minha relaçao com a personagem principal, pois é muito dificil mesmo imaginar ela não se lembrar dele e depois ainda ficar se achando traudo pq ele nao contou quem era, pois qual o mal disso?

    Beijus

    Renata Sara

    amordelivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Quero ler pois parece ser ótimo. Adoro livros desse gênero. Não entendi também. Depois dos 15 a pessoa não muda tanto assim não.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  16. Sou LOUCA pra ler esse livro! :3
    Só não comprei ainda, porque na minha cidade não tem livraria ;/
    Várias pessoas dizem que esse livro é ótimo <3

    O blog voltou! Vem conferir:
    Senhorita Imperfeita

    ResponderExcluir
  17. O livro parece ser legal, mas acho que não o leria, pois não sou fã de chick-lit.

    Beijos, Paradoxo Perfeito

    ResponderExcluir
  18. Oie Paty
    eu amo a escrita da Carol, já li os dois livros dela, e fico ansiosa por mais.
    Realmente a Bia não ter reconhecido o Guga também não entrou na minha cabeça.
    bjos
    www.mybooklit.com

    ResponderExcluir
  19. Oi Paty,
    tudo bem?
    Estou vendo a resenha desse livro ultimamente pelos blogs e o livro tem encantado a muita gente.Eu tenho que ler!!!!!
    Homens não aprendem, não é mesmo? Porque ele não disse que era desde o início? tudo bem, talvez, se ele tivesse feito isso, ela não teria ficado com ele. mas seria merecido. Algo que começa com uma mentira, nunca termina bem. Eu sei que é só um livro, mas eu não perdoaria não, e nem tenta me convencer que ele é lindo e fofo.
    beijinhos.
    cila-leitora voraz
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Tenho muita vontade de ler os livros dessa autora e depois de ler ótimas resenhas assim como a sua fico mais empolgada. Assim que eu tiver um R$ vou comprar e ler os dois dela =)
    Beijos e parabéns pelo lindo blog. Comentei em quase todos os posts desse ano em forma de agradecimento por sua atenção lá no blog.

    Leituras, vida e paixões!!!

    ResponderExcluir
  21. Oi Flor!

    Que resenha maravilhosa! Estou para ler esse livro a um tempinho já!
    Amei a dica e gostei de saber que a escrita da autora é tão maravilhosa!
    Acho que concordo com vc, mesmo 9 anos depois eu reconheceria a pessoa do meu passado!
    Não é tanto tempo assim para alguém mudar tanto!

    Beijs

    ResponderExcluir
  22. Parece ser aquela escrita leve e super fofa de se ler, eu amei a resenha e é tão bom saber que escritores brasileiros estão se destacando no qusito criatividade, adorei de mais e quero ler esse livro :3

    XOXO :D | JOVEN CLUBE

    ResponderExcluir
  23. Oi Paty, adorei sua resenha. Eu estou com esse livro aqui para ler, mas estou esperando um pouco.

    Beijos.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  24. Olá Paty,

    Já li várias resenhas falando bem desse livro, e a sua não é diferente, tenho vontade de ler algum livro da autora, quem sabe um dia...parabéns pela sua resenha.....abraços.

    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  25. Oi Paty, como vai?
    Já vi muitos comentários positivos sobre o livro, mas nunca tinha chegado a ler uma resenha sobre ele. Gostei muito da história, apesar de não ler muito chick-lit... Mas enfim, deve ser um livro para ler e se divertir, porque adorei os quotes que você citou rs
    Ah, e a música então? Sou apaixonada por ela, meu namorado sabe até tocá-la no violão. rsrs
    Beijooos!

    ResponderExcluir
  26. Olá, sempre tive vontade de ler esse livro, principalmente pela capa e título.
    Gostei muito do que você disse na resenha, e realmente mesmo gostando de
    narrativa assim, da uma raiva como a mocinha do livro se comporta, o mocinho
    sendo uma amor e fofo e ela sendo teimosa, da até vontade de entrar na historia
    e falar unas verdades rsrs. Adorei os quotes,
    bjs

    http://www.loveebookss.com.br/

    ResponderExcluir
  27. Oi Paty,
    Adorei sua resenha!
    Ainda não li nada da autora e já ouvi falar muito bem de sua escrita!
    Gostei da premissa do livro e espero poder lê-lo em breve.

    Beijos,
    Ká Andrade
    http://teens-books.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  28. Olá Paty!
    Eu sou suspeita para falar desse livro, pois adorei, foi uma das melhores leituras de 2013. Você disse que não aceitou a Bia não reconhecer o Guga, mesmo sem ver por 9 anos. Tem amigos que passei a infância que demorei a reconhecer depois de uns anos sem ver, depois que passam da fase aborrecente, os meninos mudam demais...
    Adorei sua resenha!
    Beijinhos

    As Leituras da Mila

    ResponderExcluir
  29. Oi Paty
    Tenho esse livro aqui desde que foi lançado mas ainda não vi =P já li outro livro da autora e adorei..mas esse já tá na minha meta de leitura pra esse ano \o/

    http://livroaoavesso.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  30. Hey Paty, adorei a resenha, o livro parece ter uma história bonitinha, e concordo com você, acho meio impossível você não reconhecer uma pessoa que conviveu com você quase uma vida toda e depois de 9 anos ela esquecer do rosto do Guga. Mas mesmo assim, acho que vai ser uma leitura legal. Adicionado na meta do ano.

    Bjs bjs bjs Mih!
    Paradise Books || @ParadiseBooksBr

    ResponderExcluir
  31. Oi Paty, tudo bem?
    Eu sempre tive muita vontade de ler o livro da Carol, só não li ainda porque o livro é um pouco caro e ainda não consegui uma boa promoção, sabe?
    Adorei a sua resenha e você tem razão, é um pouco difícil de compreender que a protagonista não reconheça o Guga! Sei lá, alguma coisa da aparência dela ela deveria lembrar, não é?
    Todos falam tão bem do livro, estou bem ansiosa pra ler logo (:

    Beijos,
    Leitora Online

    ResponderExcluir
  32. Oi Paty,

    Me apaixonei!! Gostei muito da sua resenha e como você abordou a história. Amei a protagonista azarada (rsrsrsrs) e parece que Guto é daqueles que você lê e quer um para você na vida real. Mas concordo com você, nove anos é muito pouco para mudar tanto a ponto de não reconhecer. Fora isso a história me cativou.

    Beijos,

    --
    Priscila Yume
    http://yumeeoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  33. Oi Paty!
    Esse livro parece ser uma comédia romântica bem gostosa de ler! Que bom ver mais um livro nacional que se passa no Brasil, fica mais fácil da gente se identificar, né!

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir

Não deixe de comentar,a sua opinião é muito importante. Agradeço a sua visita.


Leituras da Paty - 2015. Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger.
Miss Mavith - Design with ♥