11 julho, 2014

Resenha Minha Vez de Brilhar



Saindo mais uma resenha para a maratona #EuSouDoideira....e eu sou doida mesmo de achar que dou conta disso rsrs.
Vamos lá galera, a mais uma resenha de infanto-juvenil.


Sinopse: Em uma noite, Indie faz um pedido para uma estrela. Ela quer muito reencontrar a sua lagosta de estimação, e também quer que sua irmã Bibi volte a gostar dela. Mas ter os seus desejos realizados pode exigir dedicação integral! Indie trabalha no teatro durante o dia, mostrando a Bibi e seus amigos o quanto ela pode ser útil. À noite, ela procura sua lagosta perdida, e para isso conta com a ajuda de seu novo grande amigo, Owen. Tudo vai bem até que Bibi e sua turma começam a pegar no pé de Owen, o maior exemplo de nerd e futuro loser. Será que Indie vai conseguir manter em segredo sua amizade com Owen? Será que, para ser uma pessoa melhor, Indie precisa mesmo ser diferente?



Editora: Novo Conceito
Autor: Erin E. Mouton
Páginas: 288

Sobre a História e Minha Opinião

Esse é o segundo livro do selo #Irado que eu leio, e estou achando os livros publicados pelo selo perfeito pra intercalar com aquelas leituras mais densas, já que são histórias simplórias, tranquilas e singelas.


Em Minha Vez de Brilhar começamos conhecendo Indie, a menina que todos evitavam, que achavam estranha, diferente. Ela é filha de pescador e tem como bichinho de estimação uma lagosta dourada, e por conta disso está sempre com cheiro de peixe. Sua irmã mais velha, Bibi, começou a ficar envergonhada com o desleixo da irmã, e aos poucos foi se afastando dela.
Indie não via mal algum em ter uma lagosta como bichinho, e nem se incomodava com o cheiro de peixe, na verdade ela nem entendia muito a frescura das meninas. Mas tudo que ela passou a desejar foi ser uma pessoa melhor, e fazer as coisas certas para agradar a irmã e trazê-la pra perto novamente, já que essa sim, se preocupava e muito com a opinião alheia.

Eu não senti antipatia por Bibi devido às suas atitudes egocêntricas, eu compreendi como coisas da idade, ela está vivendo o momento dela, e tem dificuldade pra compreender que a irmã não está na mesma vibe.
Achei Indie bem diferente e divertida, tinha o costume de andar com um cinto com cabeças de peixe, além de ficar fazendo careta de peixe, e ficar falando nome de diversos peixes ....pois é, peixe, peixe, peixe....a vida dela girava em torno disso.
Indie decidiu que precisava fazer alguma coisa pra reconquistar a irmã, e também recuperar sua preciosa lagosta que foi perdida no seu última dia de aula.
Nessa aventura contamos com Owen, um nerdizinho, tão fofo e único, e totalmente desprezado por causa da sua singularidade.
Mas a turminha de Bibi adora desfazer do garoto, e Indie mesmo contra sua vontade acaba renegando o menino algumas vezes para agradar a irmã....mas ela não pode continuar levando isso por mais tempo, não quer decepcionar a irmã mas também não pode correr o risco de decepcionar e perder o amigo.

"...para conseguir realizar algo, 20% é o que temos que fazer e 80% é o que temos que acreditar." pág 211
Gente a história é muito bonitinha, mas é claro que rola um bullying aqui, e tipo, coisas de criança mesmo, transformam uma coisa tão simples e pequena em um bicho de sete cabeças, mas é impressionante ver como ela vai se desenrolando tão sutilmente.
Trata-se de um livro infanto-juvenil, então galera, vá preparado para o gênero, não espere encontrar nada mirabolante, não vá cheio de ansiedade, vá com a intenção de sentir o prazer de mais uma leitura.
Com certeza aqui tem uma mensagem de peso ao público alvo, e isso é o que tenho achado muito interessante nos livros que li do selo.

Falando do capricho da editora quanto a esse exemplar: ele está lindo, a editora continua investindo na qualidade, dando um acabamento encantador, com páginas decoradas, fonte agradável e margem ideal.


E como essa leitura faz parte da maratona #EuSouDoideira, lá vai a música, essa é do fundo do baú:

"Quem é que não sabe, 
Do que eu quero falar? 
É da amizade 

Tamos sempre juntos 
Não importa o lugar "



Balão Mágico - Você e Eu



Avaliação:



A Autora:
Erin E. Moulton cresceu nas montanhas em Vermont e era a segunda irmã em quatro, como Maple T. Rittle. Ela amava ler e brincar com seus amigos imaginários, o que a influenciou a trabalhar em bibliotecas, escolas e teatros. Quando não está trabalhando e escrevendo, ela está planejando eventos para a Associação de Escritores Kinship. Erin é formada na Faculdade de Belas Artes de Vermont e agora mora em New Hampshire com seu marido, onde escreve, lê, toma chá e sonha














 photo ass_zps351ff495.png

24 comentários

  1. eu ja ia pedir resenha desse livro no twitter, tava morta de curiosidade! muito bom ver que a autora continua surpreendendo com enredos bacanas e pra lá de caprichados e com uma mensagem pra mostrar, to ansiosa pra ler!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Paty :)

    Esse livro me chama a atenção, mas não é prioridade. A edição compensa todos os defeitos do livro, né? Beijos!

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Estou com esse livro aqui, mas ainda não li. Estou mega curiosa da história e espero gostar!

    memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Sinceramente, eu só leria esse livro pela edição ahahuahuahu
    O selo irado caprichando

    http://penelopeetelemaco.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi Paty, tudo bom?
    A diagramação desse livro é muito bonita mesmo. Por ser um infanto eu achei muito bacana que a autora tenha abordado o bulliyng na temática. Achei a protagonista fofa antes mesmo de ler...rs.
    Beijos!
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Estou indo assim para essa leitura mesmo, não esperando nada de mais, do que um livro infanto-juvenil que possa me relaxar.
    Pretendo ler Minha Vez de Brilhar em breve.

    David - Leitor Compulsivo (www.leitorcompulsivo.com)

    ResponderExcluir
  7. Ah, eu gosto de livros mais simples assim. É bom pra fugir de uma ressaca, sabe?
    Eu achei a capa linda, linda, linda! <3 Espero poder ler em breve!

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
  8. Oi Paty,
    Eu imaginava uma trama totalmente diferente, mas se a autora conseguiu criar uma trama leve , que cumpre com o que foi prometido, então acredito iria gostar de lê-lo.

    *bye*
    http://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oiee ^^
    Já tinha visto esse livro, mas essa foi a primeira resenha que eu li. Também imaginei que a história seria diferente, portanto não gostei muito dela :/
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Eu ainda não li nenhum do selo Irado, mas tô adorando o capricho da editora com a parte gráfica. Diagramação linda, capa bem feita e dura... Tá lindo demais!
    Esse livro está lá me esperando, em breve eu pego pra ler.
    Beijinhos!
    Giulia - Prazer, me chamo Livro

    ResponderExcluir
  11. Eu desde que vi esse livro fiquei interessada, adoro a NC e esse selo irado é realmente irado, todos os lançamentos desse selo estão simplesmente demais *o* A história desse livro parece ser bem linda e contar sobre uma bela amizade, acredito que se eu lesse acabaria abrindo o bocão para chorar, porque estou bem sensível nessa questão de amizades, aaai </3 kkkkk Mas enfim, adorei a resenha, ficou ótima e adorei a música escolhida também, embora eu ainda não a conhecesse antes, achei bem fofinha :3

    Beijos :*
    Larissa - http://srtabookaholic.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Oi Paty!
    Nossa fazia tempo que eu não via nada sobre livros assim, voltado a esse público. Minha sobrinha de 10 anos está começando a tomar gosto pela leitura e vive me pedindo livro, esse com certeza tá anotado na listas do que eu posso dar pra ela!
    Abração
    Claudinei Barbosa
    http://resenhandoecontando.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Tenho observado a capa e a sinopse desse livro há alguns dias na Saraiva e o achei de uma delicadeza que não imaginei que sua história pudesse ser diferente. Fiquei bastante curiosa para lê-lo com a sua resenha, e eu adoro livros assim, com uma escrita mais fluida e fácil de se compreender e ler, principalmente quando saímos de um livro bem mais complexo e pesado. Intercalar nessas situações é maravilhoso e indico pra todo mundo. :)
    Adorei a resenha!
    Beijos
    http://cantaremverso.wordpress.com

    ResponderExcluir
  14. Paty, eu leio livros de diversas faixas etárias, mas acho que esse tipo de romance "normal", sem uma aventura ou mitologia, não funciona comigo sendo infanto-juvenil. Passou a época, né? Acho que eu não me identifico mais com os personagens, até tentei ler algumas coisas do gênero mas nem rolou. Não duvido que seja uma grande obra para o público-alvo, mas acho que não funcionaria comigo.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  15. Oláaa!
    Desde que recebi meu exemplar desse livro fiquei apaixonada.
    Adoro infanto-juvenis e a edição caprichada da Novo Conceito são duas coisas que me deixam propensa a ler logo. Nada melhor que uma leitura mais leve e despretensiosa para acabar com qualquer ressaca literária, né?1
    E... essa música é mesmo do fundo do baú! haha

    Parabéns pela resenha!

    Beijos,
    Amanda
    http://minhasconfissoesfemininas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Oieee, eu achei esse livro muito fofo, já ouvi várias criticas positivas e eu confesso: estou com vontade de ler rsrs, depois de ouvir que o livro é de capa dura fiquei ainda com mais vontade de comprar o livro kkkk, amo livros de capa dura kkk, Abraços.

    ResponderExcluir
  17. Paty, amei você ter escolhido a música do Balão Mágico! A cara desse livro! =)

    Os livros desse selo realmente estão caprichados, tanto no visual quanto nas histórias, sempre têm uma mensagem legal. Adorei ver o desenvolvimento da relação entre as irmãs e entre a Indie e o Owen, achei a leitura bem gostosa.

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  18. Olá Paty,
    adorei a sua resenha.
    Parece ser uma leitura bem fofa e com uma pegada muito leve.
    Nesse livro a gente vê como nós eramos quando crianças.
    É bom relembrar.
    Beijinhos!
    http://eraumavezolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Ah, os livros desse selo realmente estão um capricho só!
    Dei uma olhada nesse exemplar na livraria e fiquei babando, Me seguirei para não traze-lo na mesma hora. Tambem curto esse tipo de leitura para intercalar com aquelas mais pesadas rs.
    Gostei muito da resenha. Só me incentivou mais em ler o livro =)

    Beeijinho. Dreeh
    Blog Mais que Livros

    ResponderExcluir
  20. Olá, me encantei com a capa é muito linda e fofa.
    Pelo que pode ler de sua resenha, trata-se de uma narrativa
    bem leve e com vários toques para jovens. É bem comum acontecer
    isso entre irmãs e até mesmo na escola e acho que o livro conseguiu
    explorar isso.

    bjs

    http://www.loveebookss.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Oi Paty, tudo bem?
    Eu sempre me surpreendo com leituras infantojuvenis, são leves, divertidas?? Sim, mas a surpresa sempre vem nas mensagens, nas lições dadas de forma as vezes de forma sutil, em outras vezes, nem tanto. Elas sempre conseguem tocar meu coração. E esse livro traz uma capa linda e uma mensagem importante: devemos gostar de quem somos, do jeitinho que somos, não temos que mudar para agradar ninguém.
    Quero muito ler esse livro.
    beijinhos.
    cila-leitora voraz
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  22. Olá Paty, bom não sou fan de livros infantis ou juvenis, são poucos que me conquistam. E este livro em questão, bom eu não gostei muito da premissa dele. Mesmo ele trazendo mensagens que possam servir como lição e aprendizado, acabou que não me conquistando.
    Teve outro livro do selo Irado que gostei bastante.
    Bom flor, vou deixar passar desta vez, mas devo parabeniza-la pela resenha incrível!

    Beijokas Ana Zuky

    ResponderExcluir
  23. Olá Paty
    Eu imaginava uma história totalmente diferente, me decepcionei um pouco com o que descobri lendo sua resenha.
    Não me interessei pela história, infelizmente.
    Beijos

    ResponderExcluir
  24. Olá Paty, tudo bem?

    Acho que os livros desse selo Irado são bem fofinhos e voltados para o público mais infanto-juvenil, correto?

    Estou curiosa por todos os títulos que eles publicaram até agora (inclusive o do tio James Patterson).

    Vamos ver quando conseguirei comprá-los.

    Beijo

    ResponderExcluir

Não deixe de comentar,a sua opinião é muito importante. Agradeço a sua visita.


Leituras da Paty - 2015. Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger.
Miss Mavith - Design with ♥