20 dezembro, 2016

Livro da Vez...A Cidade das Sombras


Trazendo à tona essa coluna onde falo de forma bem sucinta sobre o livro e minha experiência de leitura.
Já tem um tempinho que fiz essa leitura, e só agora percebi que não falei sobre ela. Então decidi que o melhor local pra falar sobre é nessa coluna, porque a história é bem curta e não vou dar muitos detalhes.



Cidade das Sombras é um enredo distópico que me indicaram. E como fã do gênero eu anotei e guardei essa dica a sete chaves, não podia perde a oportunidade de conhecer mais uma narrativa dentro do gênero.
Algo aconteceu com o mundo que conhecemos, e o que restou da população mora no subterrâneo, na penumbra, sem nunca ter visto a luz do sol, e sem saber se existe algo além da negritude acima de suas cabeças.
Eles poderiam retornar à superfície dentro de mais ou menos 200 anos. Mas como passar isso para as gerações futuras?

Um segredo guardado dentro de um baú com um relógio programado para abrir no tempo certo devia ser passado de presidente para presidente, mas sem deixar claro o que continha dentro da caixa. E esses, mesmo sem saber o porque e qual a real importância do que estava guardado cumpriam o prometido fielmente....até que um presidente 'espertinho' pressentindo que estava no fim, tentou abrir a caixa mas não houve tempo, ele morreu sem passar a caixa para o próximo presidente, e esta ficou jogada no fundo de um armário esquecida no tempo...e a população vivendo na penumbra sem expectativas de dias melhores e com dificuldades e escassez.

São os questionamentos sobre o surgimento da cidade submersa,  a possibilidade de libertá-la da escuridão e manter sua população a salvo, e a probabilidade de existência de vida além do subsolo que impulsionam nossa leitura.
Os protagonistas dessa trama são Lina e Doon de 12 anos, crianças sonhadoras, astutas e cativantes. Caracterizados com delicadeza e de forma simples, eles fazem com que o enredo se torne leve se encaixando no gênero.
O livro é incrível e crível desde as primeiras linhas. Uma ideia bem inovadora e com certeza a mais original que já li dentro do gênero. A leitura foi bem fluida e envolvente,  e por ser um infantojuvenil não é tão denso, mas aborda inteligentemente questões como cuidados e preservação do meio ambiente.
Leitura maravilhosa e super indicada!


Beijos a até mais!!

OBS: Não deixem de visitar o blog na quinta(22/12) vai sair um post super bacana sobre planners 2017.


2 comentários

  1. a trama é boa, mas sinceramente não é muito a minha cara
    de verdade, não sinto que é um enredo que me prenda

    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma trama pra quem realmente curte distopia, uma pena que não te agrade.

      Excluir

Não deixe de comentar,a sua opinião é muito importante. Agradeço a sua visita.


Leituras da Paty - 2015. Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger.
Miss Mavith - Design with ♥