21 março, 2017

Resenha Cabeças de Ferro


"Sempre confie na lógica quantitativa."
Autora: Carol Sabar
Editora: Jangada
Páginas: 304

Esse é o terceiro livro de Carol Sabar e é o terceiro que eu leio. Aqui no blog tem resenha de Como Quase Namorei Robert Pattinson e Azar o Seu!
Mas minha experiência aqui foi totalmente diferente das leituras anteriores, continue lendo a resenha e saiba o motivo.

O básico do enredo é o seguinte: Malu acabou de entrar pra faculdade, e o que é que aguarda todo calouro quando começa a aulas? O temido e cruel trote que os veteranos preparam.
A moça foi acompanhada de seu melhor amigo Nico que ficou à distância pra assistir.
Mas o que mais estava incomodando Malu era o fato de uma parte do seu trote ser aplicada por alguém que ela odiava e conhecia desde o jardim de infância: Artur.
Algo muito cruel e assustador aconteceu nesse trote, e uma caloura sofreu terríveis consequências de uma 'brincadeira' de extremo mal gosto. Porém, a verdadeira vítima desse trote deveria ter sido aquela que foi aprovada com a nota mais alta, que passou em primeiro lugar, no caso, nossa protagonista. Mas quem seria o responsável pela maldade e qual seria o motivo? E porque o trote não se aplicou a quem deveria?
E é aí, que os dois inimigos vão se unir pra solucionar a questão...já que estão atolados até o pescoço.
Três personagens são destaques aqui: Malu, Artur e Nicolas.
Nicolas é o melhor amigo de Malu, e apaixonado desde sempre pela amiga.
Artur tornou-se o inimigo na infância, aquela coisinha de criança, mas que traumatizou a protagonista e levaram isso pra vida.
Malu? O que falar de Malu? Não gostei muito dela viu, certinha demais, perfeitinha demais, irreal demais...inteligente? nem tanto. Egoísta?...muito.
Triângulo amoroso? Sim.

Um ponto negativo, que acabou ficando sem graça por conta da frequência eram as listas de Malu,  por exemplo: 5 motivos para alguém querer me matar, 5 coisas sobre a UPN, ou qualquer outra argumentação que ela julgava necessário enumerar lá vinha mais uma lista.

Não achei original o termo 'geniazinha' como a protagonista era ironicamente chamada por Artur...o apelido logo me trouxe em mente Rory Gilmore que foi apelidada por Logan de gênia. Isso me incomodou, e sempre que lia o termo, lembrava de Rory.
A parte divertida e cômica dessa história  não me convenceu, a personagem vem com umas tiradas que dependendo do seu humor você pode até relevar e achar engraçado, eu achei essa parte da comédia bem forçada.
Mas  o foco principal do enredo era desvendar um crime, e essa parte sim foi bem desenvolvida e instigante. E mesmo eu tendo descoberto o criminoso antes da revelação, a leitura continuou me cativando porque eu queria saber como ele seria desmascarado. 

Agora pensa num desfecho que te deixa louca?! Pois é, esse me deixou. Mas entenda bem, a história foi bem fechada, tudo foi esclarecido, mas sabe quando você torce pra uma coisa em especial e no final não acontece o que você esperava? Então, minha frustração foi pessoal mesmo, EU queria, mas a autora tinha outros planos. E digo mais, o livro se tornou ainda melhor por conta disso, a autora me surpreendeu nessa. E foi ele que contribuiu para as 4 estrelinhas.
Enfim, o livro não foi tudo o que eu esperava, talvez seja culpa da expectativa que ainda mantenho desde que li o primeiro livro da autora, mas é um livro que deve ser lido, ele reserva bons momentos de distração e o mistério vale à pena.
A parte gráfica está caprichada, excelente diagramação, e não encontrei problemas de revisão.



Avaliação:

A Autora:




Carol Sabar nasceu em 1984, em Juiz de Fora, Minas Gerais. Formou-se em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Juiz de Fora e trabalha na fábrica de meias da sua família. Carol é viciada em literatura desde a infância. Mas tem uma queda maior por "chick-lit", gênero em que se encontrou como escritora.







12 comentários

  1. ainda não li nenhum livro da Carol, mas o enredo me atraiu, teme elementos que me agradam
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Paty, a história me pareceu bem adolescente, leve e do tipo que agrada pela sua simplicidade. Gostei das listas, sempre faço isso também hehehe E se tem um crime com mistério, já me agrada. Seria um livro que eu leria sem problemas. Bjs

    ResponderExcluir
  3. Oi Paty, não sei se lerei o livro, alguns pontos que você levantou não me agradaram muito, como a parte da comédia meio forçada. Enfim, por hora ele continua em standby.
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Olá, tudo bem?
    Vi esse livro em vários blogs, mas infelizmente, ele não me atraiu.
    Gostei bastante da sua resenha, mas, vou passar a dica.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  5. Olá Paty, tudo bem?
    Owmm esse livro me parece bem legal
    Ainda não li nada da carol, mas já li maravilhas da escrita dela.
    Tenho 'Como eu (quase) namorei o Robert Pattinson", mas ainda não li.
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Oiii Paty, tudo bem?
    Fico muito contente de encontrar a resenha dessa obra em seu blog, com toda certeza pretendo comprar e adquirir, sua resenha ficou incrível menina.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Vc descrevendo a protagonista já me deixou irritada, mesmo que a trama pareça ser instigante, talvez leria instigada pelo mistério, afinal quem queria ferrar essa irritante geniazinha?

    ResponderExcluir
  8. Oi Paty, tudo bem?
    Achei sua resenha bem sincera e gostei bastante. A temática sobre o trote é bem atrativa e sem dúvidas um assunto que merece destaque, mas pela sua descrição da personagem principal percebo que também ficaria com o pé atrás por ela ser perfeita demais e com relação as listinhas achei que deixou o mistério um pouco infantilizado. É legal quando um livro nos surpreende com o desfecho, mas uma pena que não superou suas expectativas. Por enquanto, sigo adiando a leitura.
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Eu não gostei muito do livro, achei a narrativa ótima, mas já sai da fase adolescente e tenho me interessado por histórias com mais drama e romance kkk

    ResponderExcluir
  10. Olá. essa premissa não me agradou muito, desta vez eu passo a dica, a história me pareceu muito superficial..Bjs

    ResponderExcluir
  11. Olá,
    Já li algumas outras resenhas sobre a obra e todas me deixaram bem curiosa para saber mais sobre os personagens e a trama.
    Como sou formada em Química, já fico louca querendo saber que substância foi a utilizada e porque queriam fazer isso com a Malu.
    Achei meio engraçado o ponto negativo que salientou sobre as listas e me lembrei um pouco das listas que a Rory fazia em Gilmore Girls rsrs
    Adorei saber suas impressões e fiquei mais ansiosa para fazer a leitura.

    LEITURA DESCONTROLADA

    ResponderExcluir
  12. Paty, eu nunca li nada da Carol, mas ouvi dizer que a escrita dela é muito boa e prende.
    Que pena que o livro não foi tudo que você queria, mas foi bom pelo menos.
    Não sei se acharia a história das listas chatas.

    ResponderExcluir

Não deixe de comentar,a sua opinião é muito importante. Agradeço a sua visita.


Leituras da Paty - 2015. Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger.
Miss Mavith - Design with ♥