13 março, 2018

Resenha O Escaravelho de Ouro

"Não duvido de que você me achará um sonhador."


Autor: Edgar Allan Poe
Editora: Pandorga
Páginas: 124

Com certeza Edgar Allan Poe é o precursor de muitos autores que seguem pela linha de mistério e suspense, como está escrito na apresentação da caixa box dessa edição que traz mais os seguintes livros: O Corvo e os Outros Contos e O Gato Preto e Outras Histórias Extraordinárias, que aos poucos irei conhecer.

No conto O Escaravelho de Ouro conheci o personagem Legrand. Homem excêntrico que começa a apresentar comportamentos estranhos após encontrar um raro escaravelho e também ser picado por ele, na mesma ilha onde reside com o funcionário Jupiter. Após o incidente ele apresenta certas estranhezas em seu comportamento, demonstrando uma conduta ansiosa e enigmática, tornando seus dias enlouquecedores e acendendo grandes preocupações no funcionário e também em seu amigo, que é o narrador anônimo da história.

No transcorrer da trama me vi envolvida várias vezes por interrogações conforme os mistérios aumentavam. Sem deixar um vislumbre do que se passava na mente de Legrand e em sua grande fascinação por um escaravelho morto, Poe prendeu minha atenção pelos labirintos irônicos e questionadores de sua fluída escrita. Os monólogos são repletos de enigmas que só tendem a evoluir a cada virar das poucas páginas. As incógnitas se desfazem gradualmente numa brilhante explicação, que estava totalmente longe de minhas suspeitas. Meu queixo foi ao chão por sua genialidade imprevisível enriquecida de loucura e humor!

Finalizei a leitura perplexa com a perspicácia que Poe conduzia sua escrita, elaborando com humor, suspense, muita tensão fictícia e morbidez assustadora seus contos, que apesar das palavras rebuscadas, consegui compreender suas imaginações férteis.

Embora duas histórias desse mesmo volume não tenham me agradado, achei muitíssimo válido esta primeira experiência de conhecer esse tão aclamado autor, sendo assim, deixo também esta dica para quem quiser se aventurar pelas portas delirantes e bizarras!

Boa leitura!



Avaliação:


O Autor


Conhecido por suas histórias que envolvem o mistério e o macabro, Poe foi um dos primeiros escritores americanos de contos e é geralmente considerado o inventor do gênero ficção policial, também recebendo crédito por sua contribuição ao emergente gênero de ficção científica.[3] Ele foi o primeiro escritor americano conhecido por tentar ganhar a vida através da escrita por si só, resultando em uma vida e carreira financeiramente difíceis. Fonte: Wikipédia




Um comentário

  1. uma premissa interessante, mas que por enquanto não me atraiu
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Não deixe de comentar,a sua opinião é muito importante. Agradeço a sua visita.


Leituras da Paty - 2015. Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger.
Miss Mavith - Design with ♥